Destaque

I Encontro “Violência Doméstica – Um olhar sobre agressores”

Nos dias 23 e 24 de maio, no Auditório Maria de Jesus Barroso, Casa das Histórias Paula Rego, o Fórum Municipal de Cascais Contra a Violência Doméstica irá promover o I Encontro “Violência doméstica – um olhar sobre agressores” destinado aos profissionais das áreas da saúde, educação, serviço social, investigação científica, justiça e comunicação social.

Este Encontro visa realçar a importância da atuação junto de pessoas agressoras, no sentido de garantir uma atuação mais ampla, precoce, preventiva e eficaz no combate à violência doméstica.

Tem como objetivo divulgar boas práticas nacionais e internacionais e partilhar várias metodologias de intervenção junto de pessoas agressoras, e respetivos resultados, nomeadamente, as utilizadas nos Programas Contigo Açores e Cascais, bem como no Programa Nacional para Agressores de Violência Doméstica (PAVD).

Em Cascais, o Programa Contigo encontra-se em funcionamento desde 2010, podendo a sua frequência resultar de um processo judicial ou da iniciativa da própria pessoa agressora. Pretende promover a mudança do comportamento violento e o reconhecimento das consequências deste para si e para os outros, através da aprendizagem de estratégias alternativas, tendo em vista diminuir a reincidência e prevenir a (re)vitimação do cônjuge, filhos e/ou outros familiares.

Este Encontro pretende ser um espaço de partilha da visão dos diversos atores sobre a prevenção de comportamentos violentos, o trabalho com agressores/as e de reflexão sobre novas formas de o desenvolver, articuladamente e em complementaridade. Contará com a participação de oradores das diversas áreas de intervenção.

A sua realização resulta do trabalho do grupo constituído por A Barragem – Fundação Portuguesa para o Estudo, Prevenção e Tratamento das Dependências, ACESDGRSP: Equipa Penal 4, GNRHELPO, Hospital de Cascais e PSP, no âmbito da intervenção ao nível da formação e qualificação de profissionais do FMCVD.

Consulte AQUI o programa

Para aceder à ficha de inscrição, por favor, clique AQUI

CPDI Encontro “Violência Doméstica – Um olhar sobre agressores”
read more

Paragens de Caminhadas em Cascais

Desde Abril Cascais dispõe de 9 paragens de caminhadas. Estas paragens são o ponto de partida para uma caminhada agradável pelo concelho em boa companhia.

Em cada paragem existe um condutor responsável pelo percurso nos horários e dias identificados para a caminhada e todos são bem vindos e podem participar.

Os percursos são para todas as idades, porque têm um grau de dificuldade fácil.

As caminhadas estão associadas à APP City Points Cascais, pelo que quem participa, no final recebe pontos.

As caminhadas são um  ótimo exercício físico, contribuindo para combater o sedentarismo e as doenças crónicas que lhe estão associadas. As caminhadas constituem também um excelente momento de convívio entre os participantes.

As caminhadas são uma iniciativa do Fórum Concelhio para a Promoção da Saúde no contexto da execução da Estratégia Local de Promoção da Saúde 2016/2020

Calendário:

  • Alcabideche 

2ªfeiras às 18h30| Paragem de caminhada na Associação Humanitária de Bombeiros de Alcabideche

4ªfeiras às 09h00| Paragem de caminhada na Associação de Bem Estar Social de Alcabideche

  • Cascais| Estoril

São João do Estoril| 3ª feiras às 18h00 e 5ª feiras às 09h00 – Paragem de caminhada na praia da Poça

Cascais| Sábados às 09h30 – Paragem de caminhada Mercado da Vila em Cascais

  • Carcavelos| Parede

Carcavelos| 2ªfeiras e 4ªfeiras às 18h15 (horário de verão) 17h15(horário de inverno) – Paragem de Caminhada Unidade de Saúde Familiar de Carcavelos

Rebelva| Sábados às 09h30 – Paragem de caminhada no Parque Quinta da Alagoa

  • São Domingos de Rana

Tires|2ª-feiras às 09h30 – Paragem de caminhada Praça Fernando Lopes Graça

Abóboda| 4ª-feiras às 18h30 – Paragem de caminhada Largo do Chafariz

Outeiro de Polima| 5ªfeiras às 18h30 – Paragem de caminhada Parque Urbano Outeiro de Polima

PARTICIPE!

Para mais informações contacte:

214 815 511 / 214 653 078

academia.saude@cm-cascais.pt 

CPDParagens de Caminhadas em Cascais
read more

Torneio de Natação Cercica

Decorreu no dia 18 de março, na piscina da Cercica, o 6° Torneio da Cercica – CPD, organizado pela CerMov, no âmbito do Grupo de Desporto da Comissão para a Pessoa Deficiência de Cascais.

Participaram 28 atletas de 4 instituições: APPACDM, ARIA, CRID e Cercica.

Foi mais uma atividade cheia de boa disposição, convívio e de saudável competição!

IMG-20190318-WA0045IMG-20190318-WA0046IMG-20190318-WA0048IMG-20190318-WA0050IMG-20190318-WA0052IMG-20190318-WA0054IMG-20190318-WA0056IMG-20190318-WA0058IMG-20190318-WA0059IMG-20190318-WA0063IMG-20190318-WA0067IMG-20190318-WA0071IMG-20190318-WA0072IMG-20190318-WA0073

CPDTorneio de Natação Cercica
read more

Divulgação de Vagas: Fórum de Apoio Social (FAS) e Fórum Sócio-Ocupacional de Cascais

A ARIA – Associação de Reabilitação e Integração Ajuda tem vagas disponíveis nos programas do Fórum de Apoio Social – FAS, sito no Restelo, em Lisboa e do Fórum Sócio-Ocupacional de Cascais, sito em Pau Gordo, Alcabideche.

 Estas respostas sociais desenvolvem programas de reabilitação psicossocial para pessoas com problemas de saúde mental, cujas atividades têm como objetivo promover a sua autonomia, reforçar as suas capacidades e competências e promover a sua (re)integração social e profissional. (consulte aqui os programas de atividades de 2019)

Os serviços prestados têm como base o modelo da reabilitação psicossocial, partindo da premissa de que é possível apoiar a pessoa com doença mental a ultrapassar as limitações causadas pela sua doença, de forma a atingir um maior nível de autonomia e uma melhor qualidade de vida.

Condições de Admissão

  1. Ter residência legal e morada oficial;
  1. Ter autonomia mínima para a mobilidade na comunidade;
  1. Ter doença mental grave e incapacitante;
  1. Ter, preferencialmente, idade compreendida entre os 18 e os 50 anos, para o Fórum de Cascais/entre os 18 e os 65 anos, no caso do FAS;
  1. Encontrar-se clinicamente estável;
  1. Ter apoio terapêutico regular e aderir ao mesmo;
  1. Não consumir estupefacientes ou álcool há pelo menos 1 ano;
  1. Apresentar um comportamento pessoal e social adequado no contacto com os outros, de modo a viabilizar o trabalho em grupo;
  1. Estar motivado(a) para participar activamente no projecto de reabilitação psicossocial que inclua actividades individuais e de grupo;
  1. Ter elevado ou moderado grau de incapacidade psicossocial.

Encaminhamento

O encaminhamento deve ser realizado para este email (aria.gab.serv.social@gmail.com) ou aria.fas@gmail.com  ou aria.fso.cascais@gmail.com, através do envio da Ficha de Encaminhamento  preenchida (consulte aqui a ficha de encaminhamento), bem como de um Relatório do Médico Psiquiatra comprovando a doença mental, estabilidade clínica e parecer favorável para a sua integração nessas estruturas.

 Lembramos que, em alternativa à Ficha de Encaminhamento, a candidatura também pode ser realizada por escrito pela  família ou outra pessoa de referência (por exemplo, por carta ou email, com identificação do candidato e familiar, contactos e pedido), acompanhado do relatório atualizado do médico psiquiatra.

 Após a recepção da Ficha de Encaminhamento o/a candidato/a será convocado/a pela assistente social da equipa, para a realização da entrevista triagem de forma a iniciar o processo de avaliação/admissão na resposta social.

 

Para mais informações ou esclarecimentos:

Tlf. – 21 364 10 99 / 21 366 01 64

 

CPDDivulgação de Vagas: Fórum de Apoio Social (FAS) e Fórum Sócio-Ocupacional de Cascais
read more

Abril – Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância e Juventude

“A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Cascais (CPCJC), em parceria com a Câmara Municipal de Cascais e Juntas de Freguesia, associam-se à iniciativa do Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância e Juventude (MPMTIJ), que decorrerá no mês de abril em todo o país.O símbolo associado a esta causa é o Laço Azul. Consulte aqui a História do Laço Azul

Pretende-se, mais uma vez, tornar visível o interesse comum e esforço conjunto das instituições do concelho relativamente ao problema dos maus-tratos na infância e juventude; informar e consciencializar a comunidade para o seu papel na prevenção dos maus-tratos e sempre num trabalho colaborativo.

Lançamos o convite:

-Participação no dia 3 de abril das 9h30 às 17h00m na Sessão de Abertura da Campanha “Abril 2019 – Quantos Queres de Afeto” no Auditório Nossa Senhora da Boa Nova, rua Campo Santo, 441 2765-307 Estoril

Inscrição através do link: https://goo.gl/forms/S555egV91GmbS6z83

-Desafio para que cada entidade construa um Laço Azul, a fim de ser exposto no exterior do edifício durante todo o mês de abril. (Sugestões: Medidas 1,50 cm X 0,50 cm), vamos despertar a consciência de todos os cidadãos!

-Participação na realização do Laço Humano Azul no dia 30 de abril. Pede-se que venham vestidos/as de azul (gratuito, mas sujeito a pré-inscrição). Os Laços Humanos Azuis serão realizados nos seguintes locais: 10h 00m – Parque da Quinta da Alagoa (Carcavelos –Parede) / 11h 15m – Parque do Bugio -Outeiro de Polima(S. Domingos de Rana)/14h 00m– Baía de Cascais (Cascais-Estoril /15h15m – Complexo Gimnodesportivo  (Alcabideche).

Estão convidadas todas as Entidades com Competência em Matéria de Infância e Juventude (ECMIJ) a associarem-se ao Mês de Prevenção dos Maus Tratos na Infância.”

Consulte aqui o programa  “Abril 2019 – Quantos Queres de Afeto” 

CPDAbril – Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância e Juventude
read more

Abertura de candidaturas – Formação Continua

No âmbito da Medida de Qualificação de Pessoas com Deficiências e Incapacidades, a ARIA – Associação de Reabilitação e Integração Ajuda informa que estão abertas as candidaturas para as seguintes acções:

Curso

Modalidade

Duração

Data de Início

Data de Conclusão

Restauração – Serviço de Cozinha

Formação Contínua

400h

13/3/2019

25/6/2019

Restauração – Serviço de Mesas e Bar

Formação Contínua

400h

13/3/2019

25/6/2019

Jardinagem e Espaços Verdes

Formação Contínua

400h

13/3/2019

25/6/2019

 

Candidaturas:

Deverão ser feitas para o email aria.formacao@gmail.com, com o  preenchimento da Ficha de Encaminhamento

Destinatários:

·Ter, preferencialmente idade compreendida entre os 18 os 45 anos;

·Ter antecedentes de doença mental grave e crónica;

·Encontrar-se clinicamente estável;

·Ter apoio terapêutico regular e aderir ao mesmo;

·Não consumir estupefacientes ou álcool há pelo menos 1 ano;

·Apresentar um comportamento pessoal e social adequado no contacto com os outros, para que não se comprometa o trabalho em grupo;

·Estar motivado(a) para participar activamente no projecto de formação profissional, com vista à sua integração laboral;

·Possuir habilitações escolares mínimas de 4º ano de escolaridade;

·Estar inscrito no Centro de Emprego da sua área de residência como desempregado, preferencialmente há pelo menos 6 meses;

·Preferencialmente, com 6 meses seguidos ou interpolados, de descontos para a Segurança Social;

·Ser detentor de Comprovativo de deficiência/incapacidade:

Para poder realizar formação profissional no âmbito desta medida de financiamento, a pessoa tem de apresentar comprovativo de deficiência, podendo este assumir as seguintes formas:

– Atestado Médico de Incapacidade Multiusos, desde que o grau de incapacidade seja superior ou igual a 60%

– caso a pessoa não tenha atestado de incapacidade ou, tendo-o, se o grau for inferior a 60%, deve dirigir-se ao centro de emprego e solicitar encaminhamento para uma medida que se designa por “Centro de Recursos – IAOQE (Informação, Avaliação, Orientação para a Qualificação e o Emprego). Será depois convocado para uma avaliação num Centro de Recursos situado numa instituição (de acordo com a sua área de residência) e nesse contexto será validado se a pessoa possui ou não perfil para ser encaminhado para formação profissional no âmbito da Medida de Qualificação de Pessoas com deficiência e Incapacidade.

Horário:

·2.ª a 6.ª Feira

·Regime Laboral (9h-13H e 14H-16H)

Documentos a apresentar na altura da entrevista:

·Cartão de Cidadão;

·Relatório do Psiquiatra (comprovativo da doença psiquiatra e da estabilidade psíquica);

·Atestado Médico de Incapacidade de Multiusos (com grau de incapacidade igual ou superior a 60%) ou documento equivalente (IEFP/Centro de Recursos);

·Declaração do Centro de Emprego (comprovativo de inscrição como desempregado);

·Certificado de Habilitações;

·Declaração da Segurança Social a situação do beneficiário e com extracto de descontos para a Segurança Social.

 

CPDAbertura de candidaturas – Formação Continua
read more

Ação Qualidade de Vida 2019 – Candidaturas até 15 de Março

A Ação Qualidade de Vida é um processo de candidaturas anual que atribui apoios diretos e pontuais a pessoas com deficiência motora e comprovada falta de recursos financeiros. Cada candidato pode inscrever-se para ser apoiado em uma área das quatro seguintes: Obras em Casa, Formação e Emprego, Criação do Próprio Negócio e Equipamentos desportivos.

“Muitas pessoas com deficiência motora não possuem os recursos financeiros necessários que lhes permitam ter uma vida com qualidade. Estas pessoas têm projetos de vida, objetivos e ambições que querem alcançar, mas vêem-se limitadas pela falta de meios.

A Associação Salvador recebe anualmente inúmeros pedidos de ajuda de pessoas com deficiência motora, e na impossibilidade de responder positivamente a todos, procura conhecer cada casa segundo critérios e requisitos previamente definidos.

Para ser possível dar uma resposta mais justa, e de acordo com a variedade de pedidos recebidos, a Associação Salvador criou, em 2008, a Ação Qualidade de Vida – processo de candidatura anual criado para atribuir apoios diretos e pontuais a pessoas com deficiência motora e comprovada falta de recursos financeiros”.

Se tem deficiência motora e necessita de apoios CANDIDATE-SE!

Para mais informações e acesso aos formulários de candidatura clique AQUI

Contatos: info@associacaosalvador.com  ou todas as sextas feiras através do número 21 116 58 63, das 9h30 às 17h30.

Salvador

CPDAção Qualidade de Vida 2019 – Candidaturas até 15 de Março
read more

Gripe

Tem Sintomas de Gripe?

Febre, dores de cabeça, tosse, dores musculares, falta de ar, entre outros.

Proteja-se! Siga a recomendações da Direção-Geral da Saúde| www.dgs.pt

1- Se tiver febre, pode tomar paracetamol (Não Dê ácido acetilsalicílico às crianças)

2 – Em caso de persistência dos sintomas de gripe, ligue sempre para a SNS 24 (808 24 24 24)

3- Em alternativa à deslocação ao Hospital, se o seu estado de saúde o permitir, deverá consultar primeiro o seu médico de família no seu horário habitual de consulta ou recorrer à sua unidade de saúde.

Aces de Cascais (Agrupamento de Centros de Saúde de Cascais) disponibiliza em todas as suas unidade atendimento de doença aguda ente as 08h00 e as 20h00, de 2ª a 6ªfeira. E aos sábados, entre as 09h00 e as 15h00, na unidade da Parede e entre as 09h00 e as 13h00 na unidade de Cascais.

Em período de contingência da gripe disponibiliza também, de 2ª a 6ª feira, um atendimento das 20h às 22 horas em São João do Estoril, Parede, Alcabideche, São Domingos de Rana e Cascais.

Recurso:

Gripe

CPDGripe
read more

“Crescer: primeiros anos, primeiros despertares”

No próximo dia 2 de Fevereiro de 2019 irá decorrer, no auditório do DNA Cascais, o Seminário “Crescer: primeiros anos, primeiros despertares”. As inscrições podem ser feitas ou canceladas até ao dia 25 de Janeiro.

“Os primeiros anos de vida são marcados por uma sucessão de primeiros despertares: o primeiro sorriso, o primeiro dente, a primeira palavra.

Cada um destes momentos é esperado com expectativa pelos pais e vivido com entusiasmo por toda a família. São também importantes marcos no desenvolvimento da criança, acompanhados e registados tanto na escola como na consulta de rotina.

Quando um destes primeiros despertares falha ou tarda em acontecer surge a preocupação. É normal ou pode ser sinal de que algo não está bem com a criança?

Porque o desenvolvimento é um processo dinâmico, marcado por avanços e recuos, nem sempre é fácil responder a esta questão. Neste seminário, uma equipa de profissionais de diversas especialidades irá abordar as várias áreas do desenvolvimento nos primeiros anos de vida.

Pensando nas famílias, nos educadores e nos profissionais de saúde os palestrantes irão identificar os sinais que mais frequentemente geram alerta, bem como explorar “o que podem significar” e “o que fazer” em cada situação.”

Consulte aqui o programa completo

Destinatários

Professores, pais, técnicos de saúde e de educação

Inscrições

Formulário 

As inscrições serão aceites por ordem de chegada e confirmadas após pagamento, dentro do número limite de participantes estabelecido.

Preço

30€

Local

DNA Cascais | R. Cruz de Popa, 2645-449 Cascais

CPD“Crescer: primeiros anos, primeiros despertares”
read more

Exposição de Pintura nas Galerias do Pestana Cidadela Art District do Centro de Apoio Social do Pisão

30 obras, 7 artistas

Os artistas do Centro de Apoio Social do Pisão, CASP, apresentam em Janeiro uma exposição de pintura nas Galerias do Pestana Cidadela Art District.

Os artistas são pessoas muito especiais, com vivências muito variadas e que se distinguem dos demais artistas pelo facto de viverem institucionalizados. São 30 obras de 7 residentes do CASP.

Esta exposição nasce da necessidade de divulgar o trabalho artístico dos participantes e por conseguinte promover a autoestima dos artistas que exibem os seus trabalhos.

A necessidade de expor, surge como forma de possibilitar aos artistas uma vivência completa de todas as fases do processo criativo, desde a idealização, o dar forma, a apresentação e a interação com o público.

O local escolhido para albergar a mostra, não podia dignificar mais o este trabalho, uma vez que o Pestana Cidadela Cascais & Art district é um espaço de referência na comunidade artística.

A instituição

O Centro de Apoio Social do Pisão situa-se em Alcabideche e é gerido pela Misericórdia de Cascais acolhendo em regime de internamento 340 adultos de ambos os sexos, com patologia do foro psiquiátrico e desvantagem social.

O atelier de pintura do CASP foi criado com o intuito de, através da técnica da pintura em tela, desenvolver competências de concentração, estimular a criatividade, a autonomia e a colaboração mútua, em pessoas com problemas de saúde mental que residem na instituição.

Datas:

05 de janeiro, Sábado (Inauguração às 18h00)
06 de janeiro, Domingo
08 de janeiro, Terça
09 de janeiro, Quarta
10 de janeiro, Quinta
11 de janeiro, Sexta
12 de janeiro, Sábado
13 de janeiro, Domingo
15 de janeiro, Terça
16 de janeiro, Quarta
17 de janeiro, Quinta
18 de janeiro, Sexta
19 de janeiro, Sábado
20 de janeiro, Domingo
22 de janeiro, Terça
23 de janeiro, Quarta
24 de janeiro, Quinta
25 de janeiro, Sexta
26 de janeiro, Sábado
27 de janeiro, Domingo
29 de janeiro, Terça
30 de janeiro, Quarta
31 de janeiro, Quinta
Horário:
11h00 às 18h00
CPDExposição de Pintura nas Galerias do Pestana Cidadela Art District do Centro de Apoio Social do Pisão
read more